FOTO DA CAPA

FOTO DA CAPA

quinta-feira, 14 de abril de 2016

CARTA DE UM SHAOLIN - ANO 2015. 少林 功夫。 弟子 长寿!

Hoje eu entendo porque Confúcio chorou a morte de seu discípulo Zilu!

Hoje tivemos um momento muito particular dentro de um Instituto de Artes Marciais chinesas que se destina a ESTUDAR o estilo SHAOLIN QUAN 少林. Tivemos um ano muito difícil, cheio de pedras no caminho, a qual pisamos e quando pensamos estar muito superados, as pedras entravam em nossos sapatos para nos mostrar que a vida é cheia de turbulências, adversidades e muito mais do que imaginamos. Tivemos que treinar na chuva, no sol de 12 horas de Ananindeua, Pará. Tivemos que conter nossas más tendências ao estarmos sob forte tensão, tivemos que treinar com pouca água, tivemos que ver pessoas nos analisando o tempo todo. Vimos a nossas vidas pessoais entrarem em conflito, em casa, na família, na profissão, no desemprego, na faculdade. Tivemos que sermos irmãos de verdade, pois um irmão tem seu mestre como um Pai (no caso como mãe). O mais difícil, tivemos que ver nossos irmãos saindo de nossa escola por diversos motivos, tivemos que abençoá-los, desejamos a eles que encontrem luz onde estiverem, pois independente de qualquer coisa, somos uma família que não treina SHAOLIN, mas acreditamos no fundo dos nossos corações que o verdadeiro SHAOLIN se esforça para ser melhor não só em POSTURA DO Ma Bu, em Taolus, em formas com Dan Dao, shaolin Gun Fa, JI BEN GONG, mas para ser a melhor pessoa, filtrar seus pensamentos, ser cordial com seus semelhantes, ensinar aqueles que não sabem, respeitar as diferentes opiniões, resistir em revidar uma agressão, mesmo quando somos injustiçados. Mas mesmo com tudo isso, tivemos que treinar duro, pois também aprendemos através do GONG FU que neste mundo não existem vítimas e que atraímos tudo pela força do nosso pensamento. Treinamos, rasgamos nossos tênis (ficamos sem tênis), algumas vezes vimos o despertar de uma força física, mental e espiritual inimaginável ao qual eu chamo de TAO! Ao fim de cada treino re-energizamos nossos corpos e mentes pelos exercícios de QI GONG. Enfim, o SHAOLIN precisa ser bom, não se comparar aos outros, não exibir a toa o que sabe, e sim ser o melhor no que faz, mas para SI MESMO acima de tudo! Aí entendi porque nos primórdios do início, há 10 anos atras, eu Eneida Fádell pedi ao Universo que onde quer que eu estivesse, que eu treinasse um Gong Fu de verdade, sem purpurinas, sem espetáculos, que esvaziasse meu EGO DE SERPENTE e me fizesse uma VERDADEIRA ARTISTA MARCIAL! Entendi que para chegar na EXCELÊNCIA DE UM SHAOLIN, eu preciso TREINAR, TREINAR, TREINAR, TREINAR E no fim , TREINAR DE VERDADE! Por isso, que meus obstáculos sejam tão grandes e compatíveis ao tamanho dos meus OBJETIVOS MARCIAIS! Então fiz essa carta para eles, o VILON'S: Meu desejo de muita PAZ, FELICIDADE E HARMONIA INTERIOR aos meus discípulos do Instituto de Gong Fu Vida Longa, por tudo que tiveram que passar para hoje serem dignos do treinamento! Muito mais virá para aquele que quiser VIDA LONGA AO GONG FU! NÃO SERÁ FÁCIL! FELIZ NATAL!!!!! 

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Dança do Leão chinês: tradição, cultura, arte milenar!

Dança do Leão, tradição, cultura e arte milenar!
Isso resume muito do que a maioria dos apreciadores e praticantes de kung fu sabem sobre essa manifestação artística chinesa. Mas o que nós ocidentais realmente sabemos sobre a a Dança do Leão? Utilizadas em comemorações chinesas: festivais, ano novo, casamentos, aniversários, campeonatos e outros. A Dança trás boa sorte, celebra união, fartura e prosperidade. No Kung fu é primordial seu desenvolvimento marcial e artístico, tem a existência milenar da qual nós brasileiros perseguimos muito mais informações.

Em busca de uma resposta mais sólida, vários artistas "confucianos" participaram do Seminário Internacional  da Dança do Leão, ministrada pelo Mestre chinês Lat Yip, residente no Canadá (Toronto), onde possui uma grande escola de arte marcial chinesa e ainda local que realiza vários eventos prestigiados por muitos.

Lat Yip, diretor da "Dragon Lion Cultural Sports Association of Canada", veio ao Brasil por intermédio de Lap Wah Ng que é diretor da United World Kung Fu Club, ambos mestres estiveram na cidade de São Paulo no dia 29 de julho de 2012 e propiciaram um dos melhores seminários já vistos na cidade.
O evento, realizado no Centro de Shaolin Wushu (professor Gutemberg Lins) contou com a participação dos mestres já citados, mas também com praticantes de Kung Fu de diversos estilos que vieram de muito longe, até de outros Estados do Brasil, como eu, que moro no município de Ananindeua, Pará, região da Amazônia Legal, mas que uni  todos meus esforços, pois já sabia da competência do Mestre Lat Yip. Assim, eu  e outros integrantes da arte milenar chinesa, tivemos um domingo maravilhoso aprendendo a teoria e prática, o manuseio e as batidas do tambor, prato,  e demais instrumentos que compõe a sonoridade da dança.
Tivemos ainda aulas práticas de movimentação de bases e posturais tradicionais como Ma bu, Gong bu, Xu bu e como utilizá-las na performance musical; direcionamento dorsal do leão para o artista da cauda e movimentações laterais para o artista que fica na cabeça do leão.
Todos que se inscreveram no seminário ganharam certificados canadenses disponibilizados por Lat Yip, apostilados e muita instrução de como deixar a dança mais autêntica possível.
A maior mensagem que podemos perceber deixada pelos mestres, é que devemos manter os conteúdos tradicionais durante a manifestação da dança, imprimir o " nosso Kung fu" acima de tudo e um traço artístico na performance. A dança milenar é a maior evidência SINO-CULTURAL DA CHINA, que mesmo em meio a urbanização e modernização arquitetônica, ainda resguarda seus hábitos milenares. Sendo assim, por este humilde blog não conseguirei transmitir toda a beleza e emoção (tanto no papel de observador, como executor artístico) que sentimos na dança.
ASSISTA O VÍDEO ABAIXO E CONFIRA UM POUCO DO SEMINÁRIO.

sexta-feira, 20 de abril de 2012

quinta-feira, 22 de março de 2012

7ª FESTA DO ANO NOVO CHINÊS 2012: ANO DO DRAGÃO

A Equipe Shaolin Wushu, do professor Gutemberg Lins, se apresentou na 7ª. Festa do Ano Novo Chinês na comemoração do ano do Dragão. O evento organizado pela JCI Brasil China ocorreu nos dias 28 e 29 de Janeiro de 2012 e contou com a participação de diversas escolas de Kung Fu, além de atrações da cultura chinesa como a Dança do Leão e Dragão.
Segundo a empresa organizadora o evento contou com a presença de um público estimado em 150.000 pessoas nos dois dias de comemoração. Isso pode ser facilmente visualizado nas fotos postadas em diversos sites e redes sociais.
Porém, como dito antes, jamais poderemos transmitir aos nosso amigos leitores a magia contagiante deste evento que não só arte marcial, mas é uma grande manifestação da cultura chinesa em pleno Brasil.
Para nós brasileiros, trata-se de ato comemorativo, um evento e para muitos limita-se arte marcial apresentada em público. Mas para os imigrantes chineses que residem no Brasil vai muito além. O ano novo chinês é traço nítido de sua história e cultura milenar, a mais pura identidade do povo chino, a maneira fiel de manterem vivas as suas tradições.
Eu tive o privilégio de vivenciar a grande emoção dos chineses na Dança do Leão, que é obrigatória em todos os eventos chineses como um ato de celebrar a Boa Sorte. Vi e senti como a Dança do Leão é tão importante para eles, no âmbito cultural, artístico e até religioso. No edifício Hakka, onde tem a Associação Chinesa e filial do Templo Zu Lai. Um lindo evento que antecedeu o dia das nossas apresentações na praça da liberdade. Com muita animação, marcação de taiko contagiante e chapas, não poderiam faltar ainda os fogos de artifícios que na cultura chinesa serve para espantar os maus espíritos. Assim como as cores vermelhas fazem alusão ao sol e também significam boa sorte.
Como dito no início dessa postagem, a equipe Shaolin do professor Gutemberg fez uma brilhante apresentação no palco, composta por formas tradicionais (taolus), armas, lutas coreografadas e muitas acrobacias. Para isto ele contou com uma enorme equipe de 15 pessoas, tendo também como convidado o ator Thiago Stechinni, atuante do curta metragem " O Amuleto do Dragão".
Fiquei muito orgulhosa de participar pela segunda vez desta equipe que sempre se propõe a atos desafiadores. Agradeço imensamente o convite feito para o palco, mas agradeço ainda mais ao treinamento que venho realizando no Centro Internacional de Shaolin Wushu, ao apoio do professor Gutemberg e ao Mestre Alberto Garcia Bertoli por sua excelência marcial. Eu e Alejandra Blaco fazemos uma boa dupla, tanto no palco, como na produção pessoal. Treinamento árduo, correções de posturas, treinamento de socos e chutes básicos. Além do empenho artístico para fazer bonito no palco. Alê ( como chamamos nossa irmã de treino) é uma artista marcial de muito talento. Uruguaia que já reside há muitos anos em São Paulo, trás na sua bagagem uma bela trajetória no Wushu moderno e agora no estilo tradicional já citado. Mas a grande vantagem desta moça é que tem em casa ( Uruguai) um professor de Tai Ji Quan, seu pai! Com muita honra e humildade, Alejandra Blanco tem sido um exemplo de companheirismo nos treinos, assim como de humildade para tanto talento que a praticante possui.
Para ver mais fotos desta equipe, acesse meu canal no Facebook!
http://www.shaolinwushubrasil.com/Mestre.html

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Ano Novo chinês: ano do dragão

A Equipe de shaolin wushu irá se apresentar na comemoração do ano novo chinês, o ano do Dragão. Todo ano o evento reune atrações diversas da cultura chinesa, além de kung fu e a Dança do Leão ao público presente.
Nossa apresentação de Kung Fu Shaolin irá acontecer no dia 22 de janeiro (domingo) a partir das 16:30hs. Compareçam!
E eu, Eneida Fádell, estarei lá! Xin Nian Kuai Le ( Feliz Ano Novo)!
Fonte: http://www.shaolinwushubrasil.com/
          http://anonovochines.org.br/2011/

Na Astrologia Chinesa, o ano de 2012 é regido pelo Dragão de Água. Seu início será no dia 23 de janeiro de 2012 e seu término no dia 09 de fevereiro de 2013. Dentre todos os signos chineses, o Dragão é o mais forte e poderoso. Este signo símboliza a figura do imperador e esta associado à riqueza, felicidade e boa sorte. Um bom ano para os que possuem metas definidas, conhecimento, força de vontade e muito bom-senso.
A impulsividade, arrogância e excesso de otimismo deverão ser evitados, e há risco de excesso de autoritarismo e fanatismo. Este ano favorecerá as atividade intelectuais, as pequisas, os negócios em geral, projetos a longo prazo, os grandes empreendimentos e as viagens.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Cena Aberta na ETDUFPA: produções artísticas do Kung Fu Vida Longa (Belém, Pará)

As produções artísticas do Instituto de Arte e pesquisa em Kung Fu, o Vida Longa, estão realmente surpreendendo o público adepto desta arte marcial. O que mais chama atenção das pessoas que assistem as apresentações é a organização no espaço e tempo realizado nos palcos com o grupo dos confucianos!
Durante as apresentações é possível observação que a cada andar, cada passo dado por uma artista marcial, denota um grande empenho de ensaios, caso contrário ficaria difícil manter 20 pessoas em um palco de aproximadamente 10x10m².
Não apenas a questão geométrica, mas as formas Shaolin Quan são de bases relativamente baixas e de uma boa extensão biomencânica, o que exige uma espaço  (na maioria das vezes) retilíneo, além da própria pré-expressividade dos artistas.
Internalizar a luta dentro de si faz parte de um verdadeiro treinamento marcial, jamais deve-se imaginar que está lutando. Na verdade deve-se lutar, mas o adversário é imaginário, isso consolida as bases e golpes que são fundamentais nos taolus, a exemplo do: Ji Ben Quan Fa, Yi lu Quan, Wu Bu Quan, Lian huan Quan e outros.
OBSERVE AS IMAGENS ABAIXO:
Parabéns a todos os alunos que fizeram deste dia uma grande realização: Lucas, Gabriel, Leonardo, Fellipe, Roger, Satomi, Eduardo, Frank, Clark, Eliz, Rafael Ramos, Shino, Francisco, Gleydson, Dário, Clauber, Gabriela, Adriana. Agradeço a todos aqules que não estão citados aqui, mas que contribuem todos os dias em prol do meu crescimentos e de meu Instituto. Eles estão no meu coração!

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Concurso de Dissertação

Caros alunos e seguidores do Instituto de Kung fu Vida Longa
Com muita honra venho anunciar que logo estarei propiciando a irmãos Vida Longa um belo concurso de Dissertação (Redação). Deve iniciar no mês de dezembro de 2011 e terminar em fevereiro de 2012. A corrida será em 3 etapas e termos 3 colocações: 1º lugar, 2º lugar e 3º lugar, com direito a premiação simbólica e certificados de participação. Para muitos que não conhecem a metodologia desenvolvida por mim, acredito que um artista marcial completo é aquele que explora todas suas habilidade psicofísicas e intelectuais. Por este motivo, durante esses anos que venho dirigindo o Instituto que fundei, uma das metas é o incentivo a leitura e a escrita-manuscrita. Não aceito redações digitadas, pois o kung fu ao qual me propus a difundir é aquele em que o trabalho árduo é o objetivo principal. Desta forma, todos ficam mais bem preparados para a vida real que nos exigi tanto de competências e habilidades ( escola, mercado de trabalho, universidade, religião, família, esporte, outros). 
No começo deste ano, foram realizadas leituras diversas com temas afins das artes marciais: Os cinco anéis de Miyamoto Musashi, O Tao da Educação, O inesquecível Bruce Lee, e alguns temas sobre atividades físicas e qualidade de vida. Todos entregaram as dissertações com êxito. Argumentações seguras e um grande despertar de consciência, ficou evidente também o interesse de muitos alunos em buscar informações sobre os grandes filósofos, monges e mestres chineses que foram homens sábios que deixaram essa legado de mais de 2000 anos de tradição e cultura de onde provem nossa arte marcial. Como professora-educadora e licenciada, apenas favoreço o caminho do aprendizado, a busca por conhecimento deve sempre partir do educando. Assim eles o fizeram. Leram, discutiram e dissertaram!
Desde já aviso aos alunos do Vida Longa que dessa vez o concurso literário abordará com tema os Analetos de Confúcio, leiam ao máximo, pesquisem mas não esqueçam das referências de onde retiraram as pesquisas. Nem toda fonte é segura e eu cobrarei essas fontes como quesitos de veracidade das dissertações.
Para aqueles que ainda tem alguma espécie de receio sobre esta metodologia dentro de uma escola de kung fu, sugiro a seguinte orientação: deixem todos livres para ler, para tudo ver,  tudo conhecer! Permitam aos seus alunos conhecerem outras linguagens e outros estilos, só assim eles estarão de fato com você!
Veja abaixo o grande filósofo e pedagogo da história da China.

Indico este blog que li e achei interessantehttp://apanaceiaessencial.blogspot.com/2011/06/confucio.html
Repeito os devidos direitos autorais!

Confúcio


Dedicado a : Mirleide Chaar Bahia, que tanto me ensinou a tarefa de pesquisar, educar e aceitar os educandos com aquilo que eles tem de melhor!

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Kung Fu na Cidade Nova! Vida Longa!




Inscrições abertas para o Grupo de Kung Fu Vida Longa. As aulas retornam no dia 02 de agosto de 2011, na Igreja Santa Rita de Cássia, que se localiza na : Cidade Nova 5, we 32 próximo a caixa d'água do 5.
As aulas são todas terças e sextas as 20 horas em ponto. O grupo possui um sistema (método) próprio de treino ministrado pela professora Eneida Fádell, que é graduada em Educação Física pela Universidade Federal do Pará. Impossível através de qualquer recurso áudio-visual ou mesmo em poucos dias de treino assimilar toda uma história de garra, luta e tradição. O único modo seguro de você aprender kung fu é : TREINANDO!
Não existe uma fórmula mágica e nenhum shifu é dotado de super magia! O aluno faz sua parte e o shifu faz a sua! Assim o aluno pode tornar-se discípulo!
É preciso ter PACIÊNCIA E PERSEVERANÇA!


terça-feira, 26 de julho de 2011

KAIZEN TAIKO: POR JOSEI KANASHIRO E ENEIDA FÁDELL!

Primeira apresentação em público do Kaizen. Santa Rita 

TAIKO,
Instrumento de percussão japonesa que retrata uma das maiores tradições nipônicas vem sendo uma das inovações em Ananindeua desde março deste ano com a criação do Kaizen, grupo de taiko. Desta vez, o Vida Longa, grupo de Kung fu não obteve 100% da iniciativa  e sim um jovem sensei Josei Kanashiro.
Dia de treino


Tudo começou com a parceria a distância entre a professora Eneida e Josei, já que o sensei reside na cidade de São Paulo, através do curso de intercâmbio que a professora realiza já há um ano na capital paulistana, a docente aproveitou para ingressar também em mais uma linguagem da arte oriental: Taiko. Assim durante toda sua viagem que ocorre a cada três meses, as aulas de taiko foram progredindo de maneira informal e sem objetivo planejado em formação de grupo. Porém, durante a promoção de uma oficina da referida arte musical em janeiro deste ano, na qual o Vida Longa foi o principal público do evento, o ritmo dos tambores contagiou a todos que participaram do treinamento.
Interação Cultural com o NAI
Depois desta ocasião, Josei e Eneida resolveram unir seus esforços para que os alunos do grupo tivessem acesso a experiência musical da arte japonesa, visando que o grupo está situado na região metropolitana de Belém, ou seja, Ananindeua um município em constante progresso cultural e artístico, cidade em ascensão.


Assim, os treino acontecem semanalmente e ainda não estão abertas as inscrições para novas turmas, pois assim como na arte kung fu, Taiko exige a mesma dedicação, e neste caso mais ainda como disse Josei Kanashiro: aluno não ensina aluno!
Josei Kanashiro

O estilo que vem sendo ministrado por Josei é um dos mais tradicionais que existe, priorizando as notas músicas impactantes dos tambores. Esse foi um dos critérios que Eneida adotou e um pedido que ela fez ao sensei: sejamos fiéis as tradições.
Isso se dá também pelo fato de que o sensei já esteve no próprio país de origem em 2008 visitando o Japão com o grupo Jovens Líderes. Ele representou dignamente nosso estado como um exemplo de taiko a ser seguido! Esse temporada, ainda que curta em Tóquio lhe rendeu além de experiência, força e perseverança para continuar sua jornada e auxiliando demais grupo no Pará (Belém, Ananindeua) como vem fazendo nos últimos meses. Quebrando todas as barreiras de competição ou concorrência que possam existir entre grupos. Em outras palavras, Kanashiro não mede esforços pra ver pelo menos 20 grupos de taiko tocando em Belém.

EQUIPE DO KAIZEN


Da esquerda: Gabriel dos Prazeres, Eneida Fádell, Lucas Melo, Roger Pinho, Leonardo Bahia.

Hara Haira: BLOG DE DIVULGAÇÃO DA CULTURA JAPONESA


BLOG HARA HAIRA: http://harahaira.blogspot.com/

Ajude meu amigo ROGÉRIO CHAGAS e
GANHE AVATAR EM TAMANHO MAIOR!!!
QUEM JÁ VOTOU PODE VOTAR DE NOVO!
Esse já é meu ^w^ bem Hara Haira
Antes de tudo eu venho aqui agradecer a todos que votaram em
mim

 “Rogério Chagas –Anime Magic”
Por que graças a vocês todos eu fui para segunda etapa do
concurso do evento Tenshi Arts e sem a ajuda de vocês eu não poderia estar
aqui!Muito mais muito obrigado!

No entanto ainda não acabou.Agora foi feita uma nova votação
só com os 10 mais votados e  eu peço a
ajuda de vocês novamente!Quem já votou em “Rogério Chagas –Anime Magic” pode
votar de novo e ganhara também outro avatar com roupa diferente agora em
tamanho maior.

Teve gente que não ganhou por que não botou o link de sua
foto na comu abaixo!É só votar e por o link na comu abaixo:

Votar em  “Rogério
Chagas –Anime Magic”

Depois de votar coloque o link de sua foto  no link abaixo:

quinta-feira, 14 de julho de 2011

JOVENS TALENTOS DO KUNG FU: CORPO, MENTE E ESPÍRITO!

Com base totalmente aguçada nesse tripé holístico que reponde a magnitude do Kung Fu / Wushu, os estudantes secundaristas Karoline Satome (14 anos) e Ryan Fellipe (18 anos) conseguiram em uma dura jornada de leitura, textos manuscritos e muita análise sintática ao produzir uma dissertação de 10 laudas (tarefa destinada pela Profª Eneida Fádell) oriundas dos livros "O Inesquecível Bruce Lee" e o "Tao da Educação".
Ambos adolescentes, praticantes de Kung Fu concluiram após um mês intenso de sessões de leituras e discussões em grupo um texto apaixonante no qual fica evidente a história do povo chinês, sua cultura, história, arte, luta e principalmente a semântica da palavra Kung Fu.
Cada dissertação tem por objetivo desenvolver as faculdades intelectuais dos integrantes do Grupo de Estudo e Pesquisa em Kung Fu, VIDA LONGA. É que para a professora Eneida, um treinamento sério requer explorar de forma sistemática todos os talentos que o ser humano possui, talentos estes que segundo ela ficam guardados numa caixinha encefálica esperando o DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA!
Assim, Fellipe e Karol, como são chamados por seus irmãos de Treino foram os alunos nota 9,85, critério adotado pela mestre para nunca destinar 0 ou 10 nas correções das referidas dissertações.
Mas é inegável o talento desses dois jovens no ato de ler e escrever, uma atividade quase esquecida no Brasil, mas que no VIDA LONGA torna-se quesito de avaliação para ultrapassar nível e/ ou faixa.
Trechos da dissertação de Ryan Fellipe sobre O Inesquecível Bruce Lee:
... foi através de seus filmes que o kung fu foi popularizado na década de 60, o "gong fu", como escrito corretamente, se espalhou por toda a São Paulo e Rio de Janeiro. Todos queriam aprender esta arte marcial e viam nos chineses que moravam lá, pela imigração o único jeito de aprender o kung fu.
Então os chineses que habitavam aquela região começaram a aprender kung fu através de filmes, que é uma forma errada de aprender essa arte maravilhosa...
Neste trecho, Fellipe faz referência a informação dada pelo autor do livro de como a repercussão dos filmes de Bruce Lee causavam euforia as pessoas no Brasil na década de 60, também a forma menos eficaz de se difundir a complexa luta chinesa.
Em outros trechos, Ryan cita um pouco da personalidade marcante de Bruce:
...Bruce era muito crítico e não contava tempo em criticar outras artes marciais por sua eficiência ou a falta dela; por ser muito crítico arranjou vários inimigos,mas fez também muitas pessoas gostarem dele, pelos seus conceitos realistas...
Sobre o Jeet Kune Do, na dissertação há uma breve descrição:
...para Bruce Lee, o Jeet Kune Do não era apenas um tipo de luta marcial, mas uma verdadeira filosofia a se seguir. Ele criou essa arte marcial sem nenhum tipo de "estilo", como fazem outras artes marciais. Bruce queria unir as pessoas e não separá-las por estilos.
Em laudas mais a frente, Ryan Fellipe descreve sua impressão e analise do que leu:
...todos deveriam ver nesta arte a essência do Jeet kune Do e não somente a parte técnica como muitas pessoas olham...
Para concluir as citações de Ryan ele dá sua própria deixa do que acredita:
...a grande maioria dos jovens entram em academias de artes marciais para aprenderem a brigar.Mas a culpa são dos falsos mestres, só ensinam aos alunos a parte técnica e não a filosofia para o desenvolvimento da parte mental. Por este motivo a arte marcial está tão mal vista na sociedade nos dias de hoje. Muitos ainda não entenderam a essência da verdadeira arte marcial, como ela foi criada e porque ela foi criada. O VERDADEIRO ARTISTA MARCIAL MOSTRA A VIRTUDE E ESSÊNCIA ATRAVÉS DE SUAS ATITUDES. SE QUISER QUE O MUNDO SEJA MELHOR, SEJA VOCÊ A MUDANÇA EM PESSOA...
  






Por Ryan Fellipe
Ananindeua, Fevereiro 2011.







Na dissertação de Karoline Satome, foi evidenciada a definição semântica do kung fu, segundo a ótica do livro O Tao da Educação, assim como a interpretação dos ideogramas que forma em mandarim a palavra Kung Fu.
Para isto, Satome realmente desenvolveu trabalho árduo, pois apesar dos rigorosos critérios ocidentais de redação de textos (ABNT), Karol investiu na exemplificação prática dos ideogramas. Fez a próprio punho e com lápis para melhor compreensão do leitor acerca de sua releitura.
O Tao da Educação é um livro inovador na área semântica de Kung Fu, pois além da preocupação da autora do livro em aproximar mandarim ao português, percebe-se pelo conteúdo da dissertação a preocupação com o simbologia e interpretação de idéias de cada caracter. Não será possível neste momento  expressar de forma fidedigna a explanação feita pela estudante, precisaríamos partilhar de um momento ímpar de leitura e comentário em grupo, como ocorreu ao término desta tarefa no VIDA LONGA.
Kung fu
O ideograma acima pode ser traduzido como: trabalho árduo, tempo de habilidade, tempo de maturidade. Mas seu real valor se mostra na simbologia filosófica de que o Kung fu é excelência do ser, tudo aquilo que se faz com dedicação.
Nesta citação se encontram aí, os artistas, músicos, cozinheiros, pintor, lutador, o carpinteiro, pedreiro e tantos outros que levam a sério a busca da qualidade e perfeição em sua atividades.
Trechos da dissertação:
...o kung fu não é apenas habilidade física, mas a sabedoria que advém da experiência, tomada de consciência do mundo e das situações nele vividas, e não apenas a idade cronológica. É o aprimoramento de si, a perseverante busca de competência para a execução de algo...
...Os movimentos trabalhados no kung fu , como taolus, são parte do wushu, que significa arte marcial...
Um trecho muito interessante da laudas é quando Satome descreve sobre a influência do treinamento em kung fu para reequilibrar as energias internas:
...no livro são apresentadas diferenças entre ser agressivo e agir com violência, ser agressivo é ter determinação e energia direcionada à tarefa específica. Porém, a pessoa que possui "equilíbrio",deve se manter concentrada, focada, caso contrário ela gastará um nível maior de energia para alcançar seus propósitos. Quando o praticante age com violência é porque seu corpo e sua mente estão em desequilíbrio....
...uma parte interessante do livro é aquela em que a autora cita a "guerra interior" que é travada pela própria pessoa, seus desequilíbrios, sua desarmonia, que levam a uma violência interna fazendo a  pessoa desequilibrada gerar violência a outras pessoas ou objetos...
Para concluir, já que as várias laudas escritas por Karoline Satome deve ser lidas pessoalmente, palavras de Satome ao final de toda sua descrição:
O DEUS QUE HABITA EM MIM, SAÚDA O DEUS QUE HABITA EM VOCÊS! NAMASTÊ!





Por Karoline Satome Nakagawa
Ananindeua, fevereiro, 2011.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

TREINO, ARTE E FESTIVAL

Profª. Eneida Fádell


Em fevereiro deste ano, a professora Eneida Fádell esteve mais uma vez em São Paulo para mais uma etapa de treinamento, intercâmbio e apresentações artísticas diversas.
Tratou-se do treinamento continuado que vem realizando no Cento de Internacional de Shaolin Wushu no qual o estilo título foi o foco de sua estadia na cidade paulistana. O estilo que é difundido e representado no Brasil pelo professor de Kung Fu Gutemberg Lins, por sua vez discípulo do Mestre ALBERTO GARCIA BERTOLI, corresponde a um estilo de tradicionalismo e perfeição. Por este fato é que o treinamento segue a risca os preceitos que há milênios vem sendo repassado de geração em geração nos monastérios Shaolins: respeito, perseverança, trabalho
árduo e acima de tudo autenticidade ao estilo.
A autenticidade tem sido uma das questões relevantes que o professor Gutemberg Lins vem enfatizado em todo o desenvolvimento prático e teórico de sua escola. A abordagem a qual ele se refere é no fato de muitos pseudo - mestres em Kung Fu difundirem erroneamente as técnicas de determinados sistemas de lutas.
Concomitante, tudo que diz respeito ao estilo vai se propagandando de maneira menos autêntica: o idioma, as formas, os fundamentos técnicos e mesmo os valores e princípios éticos. Trata-se de uma situação de banalização dos milênios de trabalho árduo em Kung Fu, no qual homens sábios (monges)  levaram uma vida inteira de dedicação em treino para obterem um resultado satisfatório.
 Desta forma, preservando as raizes do referido estilo, o Centro Internacional de Shaolin Wushu interage totalmente com a dinâmica cultural em que se insere o universo do Kung Fu.
A demonstração clara disto foi a participação direta da escola na Festa do Ano Novo chinês, Ano do Coelho, no qual diversas apresentações artísticas, marciais, danças e próprio folclore do povo chinês estava em evidência.

Uma demonstração dos conteúdos técnicos do Shaolin Quan, estilo representado por Gutemberg Lins, foi apresentada no Ano Novo Chinês 2011. Confira o vídeo abaixo

O Ano novo Chinês é comemorado, no Brasil, todos os anos no Bairro da liberdade, centro da Cidade de São Paulo.
É um iniciativa de um grupo de empresários, imigrantes chineses, residentes paulistanos, e diversos artistas marciais. Dentre as principais apresentações é possível contemplar a Dança do Leão, Dança do Dragão, desfile de moda chinesa, apresentação de Taolus (Katis), exibição de cosplay e outros. Para quem estava presente, foi uma festa de rara beleza.

Folclore chinês, bairro da liberdade - São Paulo 2011.
ACESSE O FLICKR E CONFIRA A VERACIDADE DESTA POSTAGEM!
http://www.flickr.com/photos/wtlee/sets/72157625964960246/show/

quarta-feira, 11 de maio de 2011

INSCRIÇÕES PARA NOVAS TURMAS

INSCRIÇÕES ABERTAS!

SE VOCÊ ACHA QUE NÃO PODE PRATICAR KUNG FU PORQUE QUALQUER MOTIVO QUE SEJA, ACONSELHO VOCÊ A PESQUISAR SOBRE A ESSÊNCIA DAS VERDADEIRAS ARTES MACIAIS. ENCONTRARÁ DOCUMENTÁRIOS DE MESTRES REALIZANDO GRANDES FEITOS, SITUAÇÕES QUE MUITOS DIRIAM " SOBRE-HUMANAS".!
MAS EU DIGO QUE TUDO QUE ELES REALIZAM  TEM UMA EXPLICAÇÃO E UM MOTIVO LÓGICO DE SER!
NÃO IMPORTA QUE COMO FOI SUA VIDA INTEIRA! SE VOCÊ QUISER FAZER ALGO, FAÇA!

ARTE MARCIAL NÃO SE EXPLICA, SE PRATICA!

Obs: Mensalidade de baixo custo!

MAIORES INFORMAÇÕES PELO MSN ACIMA!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

JANTAR ORIENTAL DE 1 ANO DE VIDA LONGA!




Este é o Instituto de Kung Fu Vida Longa. Temos um treinamento no qual  hoje já definimos um estilo propriamente de Kung Fu, entretanto treinamos da forma pura e tradicional com reflexão em cada movimento. Entendemos que  existe uma grande diferença entre Kung Fu e Wushu, isto a partir de nossas pesquisas. Desta forma, buscamos o sentido real para este grupo que é a EXECÊNCIA DO SER! Por isso, o maior objetivo para esta entidade marcial é a perfeita integração entre: CORPO, ALMA E ESPÍRITO!
A luta (combate) trata-se de apenas um dos núcleos de estudo, assim como a cultura, culinária, música e caligrafias chinesas também são nossas metas. Enfim, trata-se de um grupo com uma visão holística em busca do aprimoramento marcial, dentro de uma perspectiva ORIENTAL!
TREINOS NÃO DIVIDOS EM TEORIA E PRÁTICA, POIS O SER NÃO SE FRAGMENTA!

domingo, 5 de dezembro de 2010

FILME IP MAN

Um excelente filme para aprimorar seus conhecimentos! Preste atenção nas atitudes daquele que realmente foi um verdadeiro mestre! Suas palavras, seus exemplos de vida e a não exibição de suas habilidades o tornaram ÚNICO entre muitos!

FILME IP MAN

Assistam esse filme como um acervo bibliográfico sobre a história da China e influência sócio-econômica e cultural que a invasão estrangeira causou neste país. Não se trata de mais um filme de Kung Fu, mas de um resgate histórico e de valorização nacional deste povo!

terça-feira, 16 de novembro de 2010

GITA E VIDA LONGA : KUNG FU PARA ATORES!

Não é de hoje que o cinema internacional está recheados de filmes que apresentam cenas de artes marciais, combates, técnicas de lutas em geral com diversas categorias (comédia, drama, ação, suspense, etc).
Sendo assim, várias Universidades nacionais e internacionais vem pesquisando a relação que existe entre Artes Marciais e as Artes Cênicas. 
Foto de Joaquim Araújo, GITA 3 de setembro de 2010
Foi desta forma, que aproximadamente dois anos (junho de 2008) atrás foi realizada a primeira demonstração de Kung Fu na Escola de Teatro e Dança - ETDUFPA  (UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ). Nesta exibição, a qual professora Eneida Fádell (formada em Educação Física, também graduada pela UFPA) encontrava-se ligada   a uma outra  escola de Kung Fu e participou de uma SIMULAÇÃO DE LUTA EM PALCO
Não ocasião, a mesma encontrava-se em processo de desligamento desta escola e no processo latente de pesquisa de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). Por isso, o contato com Escola de Teatro e dança se fez muito conveniente para pressuposto teórico de futuras pesquisas.
A partir de Janeiro de 2009, aconteceu um novo encontro entre a ETDUFPA, promovido pelo Doutor em Artes Cênicas Césário Augusto Pimentel e Eneida Fádell, mentora do Grupo de Kung Fu Vida Longa que havia sido criado quatro meses antes da data mencionada acima.
Este encontro foi possível porque dentro do ETDUFPA existe um Grupo de Investigação do Treinamento Psicofísico do Atuante: GITA liderado por Cesário e composto por outros atuantes e pesquisadores. Neste Grupo o objetivo é pesquisar, relacionar, descobrir, associar, conceituar tudo que seja de interesse psicofíco e acrescente na performance do ator. Desta forma, o grupo Vida Longa veio a somar com esta pesquisa, pois vários pontos em comuns foram observados entre o teatro e arte marcial :Expressão, pré-expressividade, foco de palco, auto-percepção, respiração, melhora na aptidão física voltada para o palco.
Entretanto, as linhas que traçam essas duas vertentes da Arte, não se limitam ao aspecto psicofísico. Algumas literaturas foram compartilhadas como: Além das Ilhas flutuantes, de Eugênio Barba; o Tao da Educação de Luzia Mara, O Caminho do Guerreiro (Paradoxo das artes marciais), outros.
Logo, esses encontros partiram para a prática e hoje se consolidam cada vez mais e com freqüência maior; o GITA que já possui a hatha yoga e kalarippayattu indus e do tai chi chuan wushu chinês, prporcionaram ao Vida Longa uma vivência em seu treinamento. O troca de experiência foi mais que satisfatória para consolidarmos os autores das artes em questão e também para que o grupo da professora Eneida pudesse propiciar ao GITA  uma vivência em sua rotina de treinamento.
Foto de Joaquim Araújo, GITA 3 de setembro de 2010.

Então, no sábado dia 3 de setembro de 2009 foi realizado o primeiro treinamento na sala do corpo, onde o Vida Longa foi até os atores, ambos grupos dissertaram sobre as análises que individualmente cada membro dos grupos fizeram no decorrer do treino.
O resultado das falas significativas será relevante no processo de pesquisa, pois muitos dos que participaram se encontro em processo de pesquisa em Locus, onde resultará em TCC, teses de mestrados e Artigos jornalísticos, além de incluir o desenvolvimento pessoal pela arte. 
O importe é ressaltar que a parceria entre Vida longa e GITA é fundamento para o crescimento como um todo para os dois grupos e que logo essas pesquisas serão lançadas cientificamente para a sociedade.